Treinamento “Pauta Concentrada” promove aprimoramento para advogados que atuam em juizados especiais

A juíza da 2ª Vara Criminal da Comarca de Sinop, Débora Roberta Pain Caldas, participou de uma Roda de Conversa sobre o tema “Indústria sem Assédio”, evento realizado pela empresa Inpasa Brasil, produtora de etanol. A magistrada, que atua em casos de violência contra a mulher, abordou o impacto na vida das pessoas causado pelo assédio sexual e do assédio moral no ambiente de trabalho.

 

A juíza destacou a relevância do tema e o número de pessoas alcançadas. De acordo com a magistrada, “o evento ainda trouxe uma oportunidade de proteger as mulheres criando ambientes seguros e saudáveis para trabalharem. Pois embora pessoas de ambos os sexos possam ser vítimas de tais condutas, pesquisas científicas revelam que as mulheres ocupam, disparadamente, a primeira posição”.

 

Citou o exemplo de um levantamento realizado pelo LinkedIn em parceria com a consultoria Think Eva, o qual apontou que cerca de 47% das mulheres afirmaram já ter sofrido assédio sexual no ambiente de trabalho.

 

Ela aproveitou ainda para enfatizar os avanços sobre o enfrentamento assédio realizado pelo Poder Judiciário, com a Resolução 351/2020 do CNJ, a qual destaca que as práticas de assédio e discriminação são formas de violência psicológica que afetam a vida do(a) colaborador(a), comprometendo sua identidade, dignidade e relações afetivas e sociais, podendo ocasionar graves danos à saúde física e mental, inclusive a morte, constituindo risco psicossocial concreto e relevante na organização do trabalho.

 

Além da magistrada, também participaram da Roda de Conversa, os advogados Felipe Guerra, Andreya Bustamente e Anne Vilande. Os convidados falaram sobre formas de prevenção e enfrentamento ao assédio moral e sexual e da discriminação no ambiente de trabalho.

 

O evento foi realizado na sexta-feira (29 de julho), nas dependências da Inpasa, em Sinop, e contou as participações de lideranças da empresa e de diversos setores da socieade, sendo transmitido ao vivo para mais de 1500 colaboradores e colaboradoras nas cidades Nova Mutum (MT), Dourados (MS) e São Paulo (SP).

 

Comissão sobre o tema no Judiciário de Mato Grosso – O Judiciário de Mato Grosso tem uma Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral, Sexual e Discriminação, que é presidida pela desembargadora Maria Erotides Kneip.

 

 

#Paratodosverem. Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição das imagens: Imagem: Foto colorida na qual aparecem os participantes da Roda de Conversa: a juíza da 2ª Vara Criminal de Sinop, Débora Roberta Pain Caldas e os advogados Felipe Guerra, Andreya Bustamente e Anne Vilande. Eles estão sentados em poltronas de onde falam ao público.

 

Andhressa Barboza

Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

Fonte: Tribunal de Justiça de MT