Sindicato impede Santander de abrir no sábado em Blumenau e região

O Sindicato dos Bancários de Blumenau e Região (SEEB) impediu o Santander de atuar com a campanha nacional de renegociação de dívidas Desendivide neste sábado, 22. O motivo é que uma legislação nacional impede os bancos de atuarem nos fins de semana.

Ainda na quinta-feira, uma liminar estadual determinou que cada agência que funcionasse neste sábado precisaria pagar uma multa de R$ 500 mil. De acordo com o Santander, a liminar foi cassada. Entretanto, como o sindicato não foi formalmente notificado, a validade da liminar se mantém.

“Para abrirem nessas situações de excepcionalidade o banco precisa negociar com o movimento sindical e o Santander não fez isso. O Santander não tem prática de negociar com o movimento sindical. Ele quer tratorar, atropelar e ignorar nosso trabalho”, aponta o presidente do sindicato, Edson Luiz Heemann.

A ação estava marcada para acontecer entre as 10h e as 14h deste sábado. A agência tentou abrir as portas e chegou a acionar os funcionários. Entretanto, após uma longa negociação com o sindicato liberou os bancários.

No caso da agência da rua XV de Novembro, onde Edson esteve presente com cartazes e panfletos, o sindicato ainda acionaria a vigilância sanitária municipal caso o banco insistisse em funcionar. Segundo eles, o prédio está sem ar condicionado e funcionando apenas com ventiladores.

Sindicato dos Bancários

O sindicato permaneceu no prédio até as 14h para garantir que os funcionários não fossem chamados de volta. Ainda segundo o presidente, a mesma ação se repetiu em todas seis agências Santander da região.

Além das duas na rua XV, Blumenau possui uma no bairro Itoupava Norte e outra no Garcia. O mesmo ocorreu em Pomerode e Gaspar. As ações devem seguir nos próximos dois meses, quando o Santander tem planejamento de retomar a ação.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube