OAB alerta sobre golpes usando nomes de advogados e escritórios de Blumenau

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Blumenau informou na noite desta terça-feira, 13, que estão sendo aplicados golpes no WhatsApp, com nomes e fotos de advogados e escritórios. Os estelionatários encaminham mensagens às partes, dando informações processuais.

Golpe

Segundo a OAB, o golpista fala ao cliente que ele tem crédito a receber e solicita dados bancários para receber de forma rápida o valor pleiteado na ação. Em alguns casos alega que dito importe seria retroativo.

Essa liberação estaria vinculada ao recolhimento prévio de “custas judiciais”, em conta bancária indicada pelo golpista. Em outros casos, citam que o Banco Central lançou o valor, porém foi recusado pela Receita Federal, mas enviam guia para pagamento calculado sob o percentual a receber.

As nuances são alteradas, citando o Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Poder Judiciário (TJ-SC) ou também o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre outros.

Como é feito:

  • São obtidos dados do advogado em pesquisas via Google ou Cadastro Nacional de Advogados;
  • Nos sites dos órgãos do Poder Judiciário são feitas buscas com os dados dos advogados, quando o sistema da justiça gera um relatório de todos os processos (com nome das partes, data do processo, n° do processo e Juiz da causa);
  • Com esse relatório, entram em contato com as pessoas pelo WhatsApp (na imagem colocam a logo do escritório ou foto do advogado), e dizem que o processo foi ganho (usualmente informam valores perto dos R$ 80 mil) e falam que para liberar o seu recebimento devem ser quitadas as taxas da justiça (normalmente de R$ 3 mil).
  • Nesse momento falam que a pessoa pode falar diretamente com seu advogado que está no tribunal, e enviam o contato falso do advogado pelo WhatsApp;
  • Se a pessoa tenta ligar, o fraudador não atende e diz que não pode atender pois está no tribunal, mas confirma que tem que pagar o valor para liberar o processo que foi ganho;
  • Após ser feito o pagamento, os fraudadores bloqueiam o cliente.

Aviso da OAB

A OAB ainda alerta os clientes sobre a forma de contato e comunicação com o advogado ou o respectivo escritório de advocacia para evitar que situações desta natureza se repitam.

“Em caso de dúvidas, sugerimos sempre orientar o cliente a se dirigir pessoalmente ao escritório do advogado ou fazer contato com o telefone habitual. Novos números de telefone, mesmo com DDD 47, estão sendo usados nesta fraude.

Quando ocorrer fatos desta natureza, é aconselhável registrar Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, dando igualmente ciência à OAB.”

Leia também:
– Saiba tudo sobre as Eleições 2022
– Aposta de Blumenau acerta a quina na Mega-Sena; confira números e valores

– Caso Multiplus: documentos e computadores de sócios de empresa de investimentos de Blumenau são apreendidos
– VÍDEO – Cavalo dentro de ônibus chama atenção de motoristas em SC; dono explica situação
– VÍDEO – Jovem fica nu em festa de música eletrônica no Litoral Norte de SC

– Assista agora:
Casarão de Willy Sievert conta com detalhes projetados a mão pelo empresário blumenauense