novas regras começam a valer a partir de janeiro

O consignado é um tipo de empréstimo mais usado por aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos. Os que utilizam esse tipo de crédito precisam ficar atentos, novas regras vão começar a valer a partir do dia 1° de janeiro de 2022. Para quem precisa desse tipo de dinheiro extra em condições mais vantajosas só tem até esta sexta-feira (31) para solicitar.

Veja as mudanças a partir de 2022

A partir de janeiro haverá a mudança na margem consignável que atualmente está em 40% e vai voltar para 35%. Hoje ao pedir o empréstimo consignado você tem um limite de 40% , desta forma, o segurado pode comprometer 35% da sua renda para ter o empréstimo e mais 5% para o cartão de crédito.

A partir do ano que vem o limite será 35%, sendo possível o aposentado comprometer 30% de sua renda para pedir o empréstimo consignado e mais 5% para o cartão de crédito.

Fique atento porque também poderá haver alteração no número de parcelas do contrato. De acordo com a Lei n° 14.131 que ampliou a margem para 40%, permite parcelar o pagamento em sete anos (84 meses), porém, essa regra deixa de valer a partir de 31 de dezembro de 2021.

A regra praticada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um parcelamento de seis anos (72 meses), que deverá voltar a valer a partir do próximo dia 1° de janeiro.

Também o prazo de carência deverá mudar, atualmente a exigência é de até 120 dias concedidos pelos bancos  e instituições financeiras para os novos e antigos contratos de consignado.

Esse tipo de carência é facultativo, precisa o banco concordar para haver a pausa no pagamento. Sendo assim, após o dia 31 de dezembro deste ano, é necessário você conferir se o banco ainda está oferecendo a carência de 120 dias, também ficar ligado se no momento que você aderir a esse prazo começar a pagar se não haverá incidência de juros ou algum tipo de alteração no valor contratado.

O que é empréstimo consignado?

É um empréstimo mais usado por aposentados, pensionistas, servidores públicos e trabalhadores com carteira assinada, por oferecer condições mais flexíveis e atrativas como taxas de juros mais baratas e maiores prazos para pagamento.

O consignado permite que a pessoa pague o valor das parcelas através de desconto automático, direto no contracheque ou no benefício do INSS.

Quem pode contratar o consignado?

aposentados e pensionistas do INSS;

servidores públicos (federais/SIAPE, estaduais e municipais);

militares das Forças Armadas; e

trabalhadores de empresas privadas.