Jurisconsulto explica por que filhas de Gugu gravaram vídeo contra tia; Entenda


Gugu Liberrato ao lado das filhas Sofia e Marina – Imagem: Reprodução/Instagram

Posteriormente o prova de Marina e Sofia Liberato vir a público, o jurisperito das filhas de Gugu afirma que a gravação foi feita à Justiça e o vazamento será delicado. A informação é do UOL.

O vídeo foi publicado com exclusividade pelo colunista Léo Dias, do Metrópoles. No entanto, as imagens fazem secção de um processo de Inventário que tramita em sigilo de justiça.

De convenção com o jurisperito, “elas não deram entrevista para nenhum veículo de notícia e nem darão. A gravação foi feita diretamente para a Justiça”. O vídeo foi “indevidamente vazado à prelo e os fatos serão apurados na esfera cabível”.

Leia também

1- 7 de setembro: Vice-líder de Bolsonaro na Câmara usa verba público para organizar sintoma golpista

2- Pedido de Daniel Silveira para STF investigar senador tem parecer contrário da PGR

Vídeo das filhas de Gugu

Nesta quarta (25), um vídeo das gêmeas foi compartilhado na internet. As duas acusam a tia, Aparecida Liberato, de manipulação e mentiras. Elas reclamam que Aparecida não as deixa comprarem um sege de luxo.

“Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união fixo com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe porquê companheira do meu pai, porque eu reconheço”, diz Marina.

Em um trecho elas reclamam sobre não conseguirem comprar o sege: “Eu fui pedir um sege, não tinha um e queria muito ter um sege. Pedi para a minha tia a Porsche que sempre sonhei em ter e ela falou que falou com a promotora e que a promotora tinha dito que eu não podia ter esse sege, que era muito de luxo para uma menino de 17 anos. Acabei comprando um sege que era metade do preço do que eu queria e não fiquei feliz”.