Indio do Brasil Cardoso vai comandar a ESA Niterói

-

- Publicidade -

O jurisconsulto Indio do Brasil Cardoso, ex-presidente da OAB Niterói e professor da Universidade Federalista Fluminense (UFF), tomou posse na última semana uma vez que diretor da Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB Niterói, função que já havia ocupado de 2016 a 2018. Ao assumir, prometeu focar a atenção no aprimoramento profissional e intelectual dos advogados e estudantes de Recta, oferecendo cursos e pós-graduações voltados para a atualização e aperfeiçoamento curricular, além de fazer parcerias com outras instituições de ensino e organizar palestras sobre importantes assuntos jurídicos

Conduzida pelo presidente da OAB Niterói, Cláudio Vianna, a solenidade contou com a presença de Ralph de Andrade, diretor-tesoureiro; Marcelo Rei, diretor de Cultura e Eventos, e as advogadas Laila Falconi e Cintia Asevedo, que estão primeiro do consagrado Projeto ESA Niterói em Movimento, um ciclo de transmissões online, com abordagens de temas jurídicos extremamente atuais e de grande relevância para a advocacia, com a participação de renomados professores e destaques do mundo jurídico. Também presentes, Carlos Roble, coordenador universal da ESA Niterói, e o jurisconsulto Gabriel Melo Cardoso, rebento de Indio do Brasil.

“Todos vêm acompanhando a atuação séria e técnica de nossa gestão primeiro da OAB Niterói, e a nomeação do Dr. Indio do Brasil uma vez que diretor universal da ESA é uma prova clara. Sua conhecimento e seu conhecimento trarão, neste momento crítico para a advocacia, a possibilidade de novos horizontes visando ao aperfeiçoamento profissional”, declara o presidente Claudio Vianna.

Jurista atuante na dimensão do Recta do Trabalho e Processo do Trabalho, ex-presidente da OAB Niterói, Indio do Brasil Cardoso é também ex-presidente da Associação Fluminense de Advogados Trabalhistas (Afat), ex-professor da ESA, professor da UFF, com pós-graduação em Recta do Trabalho e Processo do Trabalho pela
UniFoa.

- Publicidade -

Compartilhe

Recent comments