Gilmar Mendes diz que Lava Jato é a maior crise da Justiça Federalista

-

- Publicidade -

Para o ministro do Supremo Tribunal Federalista (STF) Gilmar Mendes, a operação Lava Jato é a maior crise da Justiça Federalista. O entendimento foi indigitado pelo ministro na tarde da última terça-feira (09/03), durante o seu voto no julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro nos casos da pena de Lula.

Maior crise da Justiça

Segundo Mendes, Sergio Moro perdeu a parcialidade nas decisões que envolviam a operação Lava Jato. O ministro afirmou que elaborou uma “biografia de um juiz censor”, apontando que a história atual do Poder Judiciário ficará marcada pela instrumentalização do processo penal que visou um projeto populista de poder político.

Segundo o ministro, se tratam de “coisas por demais impactantes, essa é a maior crise que já se abateu sobre a Justiça Federalista”.

Mendes também qualificou Sergio Moro uma vez que um

juiz subserviente à um ideal feroz de violência às garantias constitucionais do contraditório, da ampla resguardo, da presunção de inocência e, principalmente, da distinção da pessoa humana.

- Publicidade -

Em perpetuidade ao seu voto, Mendes também criticou a vara Federalista em que atua o juiz Marcelo Bretas:

“cabia tudo na vara de Curitiba, uma vez que também nesta vara do RJ, porque também ela se tornou um tanto místico, qualquer coisa tem a ver com a 7ª vara do RJ”.

Ele continua criticando a interceptação telefônica realizada no escritório de advocacia que atuava na resguardo do ex-presidente, uma vez que, a medida cautelar serviu uma vez que instrumento para Moro monitorar os passos da resguardo de Lula, indicando que tal prática é geral unicamente em regimes totalitários.

- Advertisement -

Gilmar Mendes finaliza o voto dizendo:

é relevantíssimo o combate à devassidão, mas ele há de ser feito nos moldes e dentro dos ditames legais. Não se combate violação cometendo violação.

O julgamento da material foi prorrogado pelo pedido de vista dos autos feito pelo ministro Nunes Marques, o qual terá o voto decisivo para desempatar a votação que segue em 2 votos a 2.

*Esta notícia não reflete, necessariamente, o posicionamento do Conduto Ciências Criminais

Leia mais:

- Publicidade -

Entenda uma vez que identificar uma prisão ilícito e uma vez que agir diante disso


Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Conduto Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

- Publicidade -

Compartilhe

Recent comments