Criminosos têm se passado por advogados em app de mensagens; veja como não cair em roubada | Fantástico

Um golpe em que criminosos se passam por advogados no WhatsApp tem feito várias vítimas por todo o Brasil.

Os golpistas conseguem dados de processos e entram em contato com os autores das ações usando nome e logo de conhecidos escritórios de advocacia. Alegam que o dinheiro da indenização foi liberado, enviam certidões supostamente emitidas pelo Tribunal de Justiça e pedem dinheiro a título de custas ou pagamento do imposto de renda.

Diante de tantos casos deste e outros golpes, a OAB-RJ dá dicas de como se proteger. Veja como não cair em uma roubada:

1 – Sempre duvide e questione
Golpistas estudam seus alvos e se aproveitam das nossas “fraquezas emocionais” para aplicar os golpes. Por mais que pareça real, duvide, questione antes de clicar em qualquer link. Na maioria das vezes, um link fraudulento virá de um contato seu.

2 – Ative a função “confirmação em duas etapas” do app
Ative este tipo de confirmação no seu WhatsApp ou em qualquer app que possua a função. Entre no seu WhatsApp, clique em “ajustes” ou “configurações”, em seguida, clique em “conta” e em “confirmação em duas etapas”. Assim, o seu WhatsApp estará mais protegido, pois quando alguém tentar acessar, vai precisar de um número (PIN) que só você tem.

3 – Não informe nenhum código para quem lhe pedir
A OAB-RJ, em hipótese alguma, irá solicitar algum código pessoal. Mesmo que digam ser de operadoras de celular, bancos, lojas ou qualquer outro estabelecimento que seja, não passe nenhum código para terceiros.

4 – Cuidado com mensagens de SMS
Não repasse a terceiros os códigos recebidos por SMS e também evite clicar em links de mensagens de SMS.

5 – Desconfie de páginas de Instagram, Facebook e afins
Os criminosos estão usando todos os meios possíveis para tentar cometer fraudes. Portanto, páginas com nomes suspeitos – sem fotos, sem capa, sem localização -, convidando para concorrer a sorteios ou dizendo que você ganhou bolsas de estudos ou viagens podem ser fraudulentas. Denuncie e bloqueie. Não informe nenhum dado e avise aos seus colegas. De preferência, publique nos seus Stories para informar a maior quantidade de pessoas possível a respeito do provável golpe.

6 – Sempre desconfie de pedidos de transferência de valores
Em situações em que os seus amigos ou parentes solicitam a transferência de dinheiro ou pagamento de contas, sempre faça um contato através de uma ligação por voz com quem está solicitando os valores. Com isso, será possível confirmar o pedido, por mais urgente que este seja. Quando o seu aparelho é roubado ou clonado, os golpistas se passam pelas pessoas que estão nos seus contatos, usando a mesma forma de tratamento entre vocês.

7 – Em caso de perda, roubo ou clonagem do seu smartphone, bloqueie imediatamente seu número
Avise aos seus contatos, registre a ocorrência em uma delegacia de polícia e troque a senha de bancos, e-mails e de outros serviços importantes que você utiliza.

8 – Cuidado em transações comerciais, compra ou aluguel de produtos e serviços online
Confirme os canais oficiais de divulgação da empresa, questione qualquer outro meio de comunicação não oficial e informe possíveis tentativas de fraude.

Para mais informações, os canais oficiais da OAB-RJ são: www.oabrj.org.br / (21) 2730-6525 / (21) 2272-6150.

Assista à reportagem do Fantástico abaixo:

Estelionatários se apresentam como advogados de ações de precatórios para aplicar golpes