Confira quais os principais erros ao calcular aposentadoria | Rede Jornal Contábil

-

- Publicidade -

No Brasil, a aposentadoria ainda é um tópico que interessa a todos. Por fim, estamos falando da única manadeira de renda que a maioria da população terá daqui a alguns anos.

Ao contrário do que muitos pensam, planejá-la é principal, principalmente depois da reforma previdenciária, que mudou algumas regras e exigiu uma readequação dos contribuintes.

Logo, se você quer entender mais sobre o tópico, não se preocupe.

Elaboramos levante cláusula para você saber os 5 principais erros ao calcular a aposentadoria que você não deve cometer.

- Publicidade -

Confira! 

1. Deixar de conferir os dados no INSS  

Se você já está próximo de se reformar, saiba que todo o operação do mercê é feito com base no banco de dados da Previdência, divulgado porquê Cadastro Vernáculo de Informações Sociais (CNIS).

Ocorre que, na maioria das vezes, os dados que o INSS possui estão desatualizados ou até mesmo incorretos. 

- Advertisement -

Assim, o mais prudente a se fazer é obter gratuitamente, em qualquer sucursal do INSS, o CNIS, que lhe fornecerá as seguintes informações: 

  • valores de sua aposentadoria; 
  • contribuições realizadas; 
  • anotações em sua Carteira de Trabalho. 

2. Apresentar carteira de trabalho rasurada  

Esse é um dos problemas mais comuns que pode atrapalhar o tributário do INSS a ocupar a sua sonhada aposentadoria. 

Logo, é bom se reconhecer de que os dados registrados em sua Carteira de Trabalho estejam legíveis.  

Se as datas de recepção e destituição estiverem rasuradas, por exemplo, o período de imposto para o INSS poderá ser dissemelhante daquele que você realmente possui e, dessa forma, pode possuir o entendimento de que o seu tempo de imposto é insuficiente para se reformar. 

- Publicidade -

Para evitar esse problema, caso haja rasuras ou termos ilegíveis em sua documentação, basta seguir algumas medidas:

  • mostrar os contracheques; 
  • levar os documentos de recepção e destituição; 
  • justificar os vínculos empregatícios. 

3. Ignorar o planejamento previdenciário  

O planejamento previdenciário não é um hábito dos brasileiros, mas é a medida mais correta para prometer a sua aposentadoria no porvir.

 Para evitar esse erro tão generalidade, o mais indicado a se fazer é colocar tudo na ponta do lápis e verificar o valor totalidade das contribuições feitas e o quanto falta para você ocupar a desejada aposentadoria.  

Esses valores podem ser identificados facilmente com a ajuda de um profissional no tópico. Logo, se você tenha condições financeiras para consultá-lo, faça isso!

4. Aderir ao mercê inverídico  

Contribuir de maneira errada para o INSS pode custar toda uma vida de trabalho e muito verba!Para que você não tenha esse problema, faça simulações da aposentadoria.

Com base nelas, escolha a que mais atenderá às suas necessidades daqui a alguns anos.

5. Procrastinar a verificação da licença do mercê  

O tributário também pode estar sujeito a erros da Previdência, o que poderia ser evitado com uma verificação da aposentadoria concedida. 

Assim, é importante escoltar de perto o processo de aposentadoria.

Para desenredar se há problema, é preciso rever alguns fatores:

  • erros de operação; 
  • contribuições não registradas; 
  • atividades não reconhecidas; 
  • verbas trabalhistas não incluídas. 

Caso você desconfie do valor pago pelo INSS, solicite a revisão, pois erros dessa natureza estão cada vez mais comuns. 

Neste post, informamos sobre os principiais erros ao calcular a aposentadoria.

Logo, agora você já sabe ao que precisa estar cauteloso na hora de se reformar.

Gostou do teor? Tem mais alguma incerteza sobre seus benefícios? Deixe um observação com seus questionamentos!

Nascente: Aposentadoria Club

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em exclusivamente um final de semana? Uma selecção rápida e eficiente é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de porquê levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perdida tempo, clique cá e domine tudo sobre o INSS.

- Publicidade -

Compartilhe

Recent comments