Como investir com bom retorno e segurança?

Brasileiros têm procurado cada vez mais fontes de lucratividade estáveis.

Como consequência dos impactos da pandemia de COVID-19, os brasileiros vêm procurando cada vez mais fontes de lucratividade. Porém, ainda surgem dúvidas sobre em quais ativos investir com bom retorno e segurança. Nesse caso, é preciso se preocupar com algumas questões, como a liquidez e a volatilidade do investimento.

Leia mais: Confira dicas de como investir em ações boas pagadoras de dividendos

Baixa liquidez e baixa volatilidade

Antes de tudo, é importante entender que o retorno do investimento pode variar de acordo com o tempo, principalmente a médio e longo prazo. Para isso, é preciso estabelecer uma data para determinar quando o resgate deve ser feito. Nesse caso, é possível ficar um pouco mais tranquilo, visto que a taxa na qual o dinheiro pode render é mais previsível. Para isso, esses são os mais recomendados:

  • Tesouro Direto: A partir de R$ 30 por título, o cidadão deve assumir uma parte da dívida pública, onde o montante será devolvido com crédito. Dessa forma, o investimento funciona como um empréstimo.
  • Letras de Crédito: Aqui, a pessoa física também será uma credora, como no tesouro direto, mas a papelada é emitida por uma instituição financeira que investe dinheiro a outras pessoas.

Alta liquidez e baixa volatilidade

No caso de alta liquidez e baixa volatilidade, os investimentos são conhecidos por terem uma absorção rápida pelo mercado e sem variação muito grande de preço. Nesse caso, é uma boa opção para aumentar o patrimônio e expandir para outros ativos. Confira as opções:

  • Venda de móveis ou aluguel: Um dos mais populares, é muito comum comprar imóveis para revender ou alugar de acordo com o cenário do mercado imobiliário. No geral, os resultados são bons e menos demorados do que aqueles na corretagem.
  • Commodities: Investir em produtos para colecionadores, como carros, quadros e alguns itens muito populares em leilões pode trazer bons retornos para quem tiver boas conexões e clientes confiáveis.
  • Private Equity e Venture Capital: Essas estratégias são muito utilizadas para entrar em novos negócios como investidor. Dessa forma, este se torna uma acionista, podendo participar do processo de tomada de decisões da empresa, aumentando o valor de sua participação na empresa.