Cidade perde seu advogado mais querido | Niterói

Toninho sempre atuou pela valorização, respeito e melhores condições de trabalho para os advogados.Reprodução

O advogado e jornalista, ex-presidente da OAB Niterói por quatro gestões consecutivas (2007-2018), Antonio José Barbosa da Silva, faleceu, na noite de quarta-feira (29), em Niterói aos 84 anos. Ele estava internado no Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) e lutava contra o câncer desde 2016. Respeitado, não só na advocacia municipal, mas em todo o Estado, ele deixa esposa, a juíza Maria Bernadete Miranda Barbosa da Silva, quatro filhos, netos e bisnetos.

Toninho lutava contra o câncer desde 2016. Querido não só na advocacia, mas pela sociedade niteroiense, o advogado e jornalista trabalhou nos jornais Diário de Notícias e O Fluminense, além de assessorias de comunicação, antes de presidir a Associação Fluminense de Advogados Trabalhistas (Afat) em três oportunidades, fundar e dirigir a Escola Superior da Advocacia do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro (Esat/RJ).

O presidente da OAB Niterói, Pedro Gomes, decretou hoje luto de três dias por seu falecimento.

“Sinto grande pesar ao saber do falecimento do querido Toninho, advogado de longa carreira, exemplo para tantos outros mais novos, como eu. Aprendi muito com ele, colhi muito os seus conselhos, tanto para minha vida profissional quanto pessoal, e até mesmo para minha atuação na Afat e agora como presidente da OAB Niterói, cargo que muito me honra por ter sido exercido por ele por quatro mandatos consecutivos”, disse  Gomes.

Já o prefeito de Niterói, Axel Grael, lamentou a morte do amigo. “Vi há pouco a notícia. Muito triste. Uma figura muito querida na cidade. Transmita a toda a categoria e à equipe da OAB as nossas condolências e solidariedade. Vou decretar luto oficial no Município”, declarou o prefeito Axel Grael.

Querido e respeitado não só na advocacia, mas pela sociedade niteroiense, advogado na área trabalhista e também combativo jornalista, ele deixa esposa, a juíza do Trabalho aposentada Maria Bernadete Miranda Barbosa da Silva, quatro filhos, netos e bisnetos.

Nascido em Santa Maria Madalena (RJ), escolheu Niterói para morar e atuar. Em reconhecimento à sua militância pela valorização, respeito e melhores condições de trabalho para os advogados, foi oficialmente homenageado 103 vezes.

Na Terça-feira (28) foi seu aniversário e após seis anos de luta contra a doença ele descansou. “Na saudade ficam uma legião de discípulos e amigos, os quais sabia fazer muito bem”, disse um admirador entre tantos outros que se lamentam.

Sempre alegre e bonachão, ele sempre dizia: “Doutor Antonio não… pra você, que é colega jornalista, eu sou Toninho!”.

A Afat soltou uma nota de pesar sobre o falecimento.

“Comunicamos o falecimento do nosso querido Toninho, nosso eterno Presidente da Afat e da OAB de Niterói. Enlutada, A Afat recebe com muita tristeza o seu falecimento e solidariza-se com seus familiares, com a certeza de que não perdeu apenas um eterno e valoroso presidente, mas acima de tudo um verdadeiro símbolo da advocacia trabalhista fluminense, diz a entidade no texto.

Sobre o velório e o sepultamento de Toninho será no Parque da Colina, às 13h30min.