BuscaJuris, startup jurídica com foco em advogados autônomos, recebe aporte de R$ 1 milhão – Pequenas Empresas Grandes Negócios

Criada em 2021, a BuscaJuris, plataforma para busca de jurisprudência com o auxílio de inteligência artificial, anunciou ter recebido um aporte de R$ 1 milhão de um grupo de investidores-anjo. Segundo Fernando Xavier, CEO da legaltech, 70% do valor será direcionado para tecnologia e produto, enquanto os outros 30% serão aportados em marketing e expansão.

“Vamos utilizar o aporte para novas contratações, manutenção e melhoria da plataforma, com foco, neste primeiro momento, na parte de infraestrutura. O time dobrou de tamanho nos últimos três meses e já conta com 20 pessoas”, afirma o CEO.

Fernando Xavier, CEO da BuscaJuris (Foto: Divulgação)

Na prática, a plataforma reúne informações de diversos tribunais para saber como certos temas são julgados e seus resultados, e pode ser acessada por qualquer pessoa que queira entender sobre algum processo jurídico. O site então mostrará as jurisprudências que sejam relacionadas com as palavras-chave usadas na busca. 

“O nosso foco inicial são advogados autônomos e pequenos escritórios de advocacia. Por isso, trabalhamos arduamente para implementar soluções que possam facilitar o trabalho dessas pessoas. Nosso objetivo é aumentar a competitividade e produtividade da advocacia autônoma, trazendo maior segurança jurídica e melhor compreensão das tendências do poder judiciário para a sociedade”, completa Xavier.

A primeira versão gratuita da plataforma foi lançada em março deste ano e já conta com mais de 30 mil usuários cadastrados. A BuscaJuris também lançou uma versão premium, atualmente com 500 usuários pagantes, que oferece acesso ilimitado a todas as funcionalidades de pesquisa e outros recursos que auxiliam a produtividade de advogados.

A meta da empresa é alcançar um crescimento de 10% ao mês no número de assinantes da versão paga. A startup espera alcançar receita mensal de R$ 100 mil até o fim do ano.

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos de PEGN? É só clicar aqui e assinar!