Auxílio Brasil encerra pagamentos nesta sexta-feira. Quem recebe?

O Auxílio Brasil é um programa social que apoia financeiramente as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Encerrando a rodada de pagamentos do mês de julho, nesta sexta-feira (22), os usuários do Auxílio Brasil que possuem NIS final 0 podem sacar cerca de R$ 400. O benefício, pago a milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade econômica, é um dos maiores do país.

De acordo com o Ministério da Cidadania, aproximadamente 18,2 milhões de brasileiros receberam o benefício no mês de junho. A expectativa é que esse número aumente, uma vez que o Governo Federal tem intenção de incluir novos beneficiários permanentes ainda este ano.

É importante ressaltar que um novo valor, de R$ 600, começa a ser pago em agosto. A mudança da quantia paga mensalmente aos beneficiários do Auxílio Brasil faz parte da PEC das Bondades, que promove alterações em alguns programas sociais, aprovada pelo Congresso Nacional.

Auxílio Brasil: calendário de pagamento do mês de julho

Confira o calendário de pagamento do mês de julho.

Final do NIS Data de pagamento
1 18 de julho – pagamento já liberado
2 19 de julho – pagamento já liberado
3 20 de julho – pagamento já liberado
4 21 de julho – pagamento já liberado
5 22 de julho – pagamento já liberado
6 25 de julho – pagamento já liberado 
7 26 de julho – pagamento já liberado
8 27 de julho – pagamento já liberado
9 28 de julho – pagamento já liberado
0 29 de julho – pagamento liberado hoje

Sobre o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil apoia financeiramente as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza, precisando de dinheiro para pagar suas contas e necessidades. Para se ter noção do tamanho do programa, de acordo com o Ministério da Cidadania, aproximadamente 18,2 milhões de brasileiros receberam o benefício no mês de junho.

Portanto, para participar do Auxilio Brasil, as famílias precisam:

  • Estar em situação de pobreza e extrema pobreza com crianças, gestantes, mães que amamentam, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos em sua composição
  • Possuir renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105 (famílias extremamente pobres);
  • Ter renda familiar per capita de R$ 100 a R$ 210 (famílias pobres);
  • Estar inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) e ter atualizado os dados cadastrais nos últimos 2 anos.

Cabe destacar que desde junho os beneficiários do programa estão recebendo o cartão, que pode ser utilizado em estabelecimentos comerciais na função débito. Até então, os cartões do Bolsa Família, que estão sendo substituídos, permitem apenas o saque dos valores.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com