Ateneu não pode ser MEI. Uma vez que transfixar um CNPJ e qual o CNAE utilizar?

Assim uma vez que diversos outros profissionais, muitos formados na dimensão de Instrução Física também pensam em ser donos do seu próprio negócio.

E quando falamos em uma vez que transfixar uma empresa, a primeira teoria que surge na mente é se tornar um Microempreendedor Individual. Mas será que ateneu pode ser MEI? A verdade é que não, ateneu não pode ser MEI.

A razão para essa proibição é que as especializações necessárias para sinceridade de um negócio desse segmento são consideradas atividades econômicas intelectuais, quesito que as exclui da tábua de atividades permitidas no MEI.

Assim, quem quer empreender nessa dimensão, tem a possibilidade de legalizar o seu negócio uma vez que ME, Microempresa, que atende diversas profissões não contempladas no MEI.

Qual o passo a passo para transfixar um negócio desse tipo? Quanto custa? Uma vez que ter uma ateneu de sucesso? Essas e outras respostas nós daremos neste item. 

Por isso, continue a leitura e confira uma vez que tirar o seu projeto do papel e torná-lo verdade!

Por que a Ateneu de Ginástica não pode ser MEI?

Para transfixar esse tipo de empresa, a primeira pergunta que precisa ser respondida é “Ateneu pode ser MEI?

Uma vez que dissemos anteriormente, não, ateneu não pode ser MEI. O principal motivo é que, para legalizar um negócio dessa natureza jurídica, a atividade econômica precisa estar descrita na tábua própria da categoria.

Ainda que conte com mais de 400 atividades, as que exigem cocuruto potencial intelectual, formação e/ou dependem de recomendação de classe, não fazem segmento dessa listagem.

Esse é justamente o caso dos profissionais relacionados às atividades esportivas, tais uma vez que professores e instrutores de instrução física, de yoga, natação, personal trainers, entre outros.

Porém, isso não deve ser visto uma vez que um pouco ruim para os empreendedores desse setor. A razão é que, para ser MEI, há uma série de exigências que precisam ser atendidas. Dependendo do formato do negócio, elas podem até limitar o seu incremento.

Por exemplo, para ser Microempreendedor Individual é preciso:

  • faturar até R$ 81 milénio ao ano, o que dá, em média, R$ 6.750,00 por mês;
  • ter somente 1 (um) funcionário;
  • não ter sócios;
  • não ser sócio ou gestor de outro negócio;
  • não ter outra empresa ensejo no nome 

Assim, quem não pode ser MEI tem uma vez que opção transfixar uma Microempresa (ME), natureza jurídica que vamos explicar a seguir.

Uma vez que transfixar CNPJ para Ateneu?

Respondida a pergunta “Ateneu por ser MEI?”, a lanço seguinte é saber uma vez que transfixar CNPJ para esse formato empresarial.

Perfurar uma Microempresa (ME) é o caminho mais geral, e até mesmo indicado, para quem não pode ser MEI.

Essa natureza jurídica tem uma vez que principais características:

  • faturamento anual de até R$ 360 milénio;
  • possibilidade de contratar até 9 funcionários para empresas de prestação de serviços e transacção, e até 19 funcionários para a indústria;
  • abrangência de diversas atividades econômicas.

Quanto ao regime de tributação desse formato, o MEI é maquinalmente enquadrado no Simples Pátrio. Já quem abre uma ME pode escolher entre Simples Pátrio, Lucro Real ou Lucro Presumido.

Dica de leitura: “Diferenças entre Simples Pátrio, Lucro Presumido e Lucro Real”

Uma vez que transfixar uma ME

O passo a passo para transfixar CNPJ para ateneu uma vez que Microempresa é:

  • escolher o nome do negócio;
  • definir o regime societário;
  • elaborar o Contrato Societário, se houver sócios;
  • escolher o regime tributário;
  • separar os documentos para efetuar o registro na Junta Mercantil, que geralmente são os documentos pessoais dos empreendedores, os seus comprovantes de endereço e de localização do negócio;
  • verificar a premência de alvará de funcionamento;
  • fazer a Matrícula Estadual.

Cá, vale ressaltar que não é preciso contador para transfixar empresa. No entanto, todos os negócios (exceto MEI) devem ter, obrigatoriamente, um profissional contábil para seguir a movimentação financeira mensalmente.

Por isso, a nossa dica é já relatar com esse suporte desde os primeiros passos e, com isso, ter certeza de estar tomando as melhores decisões.

Por exemplo, no que se refere ao regime societário de uma Microempresa, ele pode ser Eireli ou Sociedade Limitada Unipessoal para quem vai atuar sozinho; ou Sociedade Simples Pura, Simples Limitada, Empresária Limitada para quem deseja ter sócios.

Cada uma dessas opções tem as suas particularidades, vantagens e desvantagens. A melhor maneira de escolher a mais indicada para o seu negócio é conversando com um contador.

Qual é o CNAE indicado para uma Ateneu?

Além de saber se ateneu pode ser MEI, ou não, outra informação precípuo para sinceridade desse tipo de negócio é escolher a CNAE certa.

CNAE significa Classificação Pátrio de Atividades Econômicas. É esse código que vai identificar as atividades econômicas de uma empresa e, com isso, evitar que o empreendedor pague impostos indevidos, ou seja, tributos não relacionados ao seu negócio.

Para as academias, as CNAEs estão relacionadas às atividades esportivas. No consultor de CNAEs da Contabilizei é provável identificar a seguinte opção: 9313-1/00: atividades de condicionamento físico, que engloba:

  • atividades de condicionamento físico (fitness), tais uma vez que: ginástica, musculação, yoga, pilates, estiramento corporal, e outras;
  • atividades realizadas em academias, centros de saúde física e outros locais especializados;
  • atividades de hidroginástica;
  • atividades de instrutores de instrução física, inclusive individuais (personal trainer).

O que é necessário para transfixar uma Ateneu?

Ficou evidente se ateneu pode ser MEI e quais as opções de CNPJ para esse padrão empresarial? Esperamos que sim! 

Mas além da segmento burocrática de uma empresa desse formato, você também precisa pensar na infraestrutura, que engloba pontos uma vez que:

  • escolha de um bom sítio, considerando questões uma vez que tamanho, comércios próximos, trânsito, facilidade de aproximação, meios de transporte etc;
  • dispêndio do aluguel do espaço;
  • compra de equipamentos, a exemplo de aparelhos de musculação, colchonetes e outros;
  • contratação de pessoal, uma vez que recepcionistas, instrutores, equipe de limpeza;
  • gastos fixos, uma vez que pujança elétrica, chuva, internet, softwares de gestão, entre outros.

Quanto custa transfixar uma Ateneu?

Colocando tudo isso na ponta do lápis, transfixar uma ateneu pode custar entre R$ 80 milénio a R$ 200 milénio, em média, considerando o porte da empresa, localização, quantidade de equipamentos e profissionais contratados.

No que se refere aos impostos mensais que precisam ser pagos, vai depender do regime tributário escolhido e a das alíquotas de cada um.

Quanto ao dispêndio com serviços de contabilidade, obrigatório a todas as empresas, com exceção do MEI, os valores podem ir de menos de R$ 100 para contabilidades on-line, a R$ 550 para escritórios de contabilidade tradicionais.

O que fazer para ter uma Ateneu de sucesso?

Depois de tudo isso, você quer que seu negócio seja um sucesso, evidente? Para isso, nossas 6 dicas são:

  • contrate profissionais altamente qualificados;
  • pense no conforto e nos resultados entregues aos seus clientes;
  • preze por um atendimento personalizado e humanizado;
  • acompanhe de perto a evolução de cada um dos seus alunos;
  • tenha equipamentos e use técnicas de treinamento modernas;
  • faça boas divulgações nas redes sociais.

Que tal mais detalhes do que fazer quando não se pode ser Microempreendedor Individual? Logo baixe agora leste guia restrito: “Não posso ser MEI. E agora?”

Por: Charles Gularte, formado em contabilidade pela FAE Meio Universitário e MBA em Gestão Empresarial, Governo e Negócios. Depois de debutar sua curso uma vez que contador, trabalhou por 14 anos em uma empresa de logística uma vez que superintendente de negócios e diretor, até chegar à Contabilizei na gestão de atendimento ao cliente, operações contábeis e serviços.

Manadeira: Contabilizei

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, uma vez que: Rotinas Fiscais, Início, Mudança e Fecho de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Pátrio, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique cá e entenda uma vez que aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.