Ainda dá tempo! Mais de 400 mil trabalhadores podem sacar o PIS/PASEP

-

- Publicidade -

Mais de 440 mil trabalhadores ainda possuem direito aos valores do PIS/PASEP 2022! As quantias são referentes aos meses trabalhados em 2020, totalizando cerca de R$ 387 milhões disponíveis para saque. Assim, a retirada dos valores do abono deve ser realizada pelos trabalhadores até o dia 29 de dezembro.

Leia mais: Abono PIS/PASEP: o que esperar do benefício em 2023?

De acordo com dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência, 134,7 mil pessoas possuem direito ao saque do PIS. Já em relação ao PASEP, são cerca de 306,8 mil trabalhadores que podem retirar seus valores. Com isso, os números equivalem ao total de 1,7% de todos os abonos repassados em 2020.

Para consultar o abono salarial, os trabalhadores do setor privado podem consultar o PIS pelos aplicativos da Carteira de Trabalho Digital ou pelo Caixa Tem. Além disso, a consulta pode ser feita também pelo site da Caixa. Já os servidores públicos devem verificar os dados no app BB PASEP ou também pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Ademais, o PASEP também pode ser verificado diretamente pelo site do Banco do Brasil.

Quem tem direito ao PIS/PASEP?

- Publicidade -

O abono pode ser retirado por trabalhadores que estão inscritos no programa há, pelo menos, cinco anos. Além disso, é necessário receber em média até dois salários mínimos no ano base (neste caso, 2020) e ter trabalhado ao menos 30 dias.

Os dados do trabalhador devem ter sido informados no Relatório Anual de Informações Sociais (Rais) por seus empregadores, outra regra importante. O pagamento do PIS é realizado pela Caixa Econômica Federal, destinado aos trabalhadores de empresas privadas. Já o repasse do PASEP é feito pelo Banco do Brasil, como direito dos servidores públicos.

Por fim, vale lembrar que o número do PIS é o mesmo número do Número de Identificação Social (NIS), responsável pelo repasse de benefícios dados por políticas públicas. Já no caso do PASEP, caso o servidor público tenha iniciado sua carreira profissional no setor privado, ao passar em um concurso público, o seu número permanecerá sendo o mesmo referente ao NIS.

- Publicidade -

Compartilhe

Recent comments