advogados pedem anulação de acusações em seguida governo estourar prazo

-

- Publicidade -

Por Igor Miranda
Em 11/03/21

Os advogados de resguardo de Jon Schaffer, guitarrista do Iced Earth, entraram com um pedido formal para que as acusações contra ele sejam anuladas. O músico se encontra recluso, desde 17 de janeiro, por envolvimento na invasão ao Capitólio, o Congresso dos Estados Unidos, 11 dias antes de sua detenção.

- Publicidade -


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os sites MetalSucks e Blabbermouth obtiveram entrada aos documentos judiciais onde os advogados solicitam a dispensa das acusações contra Schaffer. Os profissionais citam um termo presente no Código de Leis dos Estados Unidos, chamado Speedy Trial Act (alguma coisa uma vez que “ato de julgamento rápido”), que estabelece prazos máximos para diferentes estágios de um processo criminal em contextura federalista.

No caso do guitarrista do Iced Earth, o governo dos Estados Unidos deveria ter apresentado uma delação ou alguma informação no prazo de 30 dias em seguida a detenção. Isso acabou não acontecendo.

- Advertisement -


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para se ter teoria, Jon Schaffer está represado até hoje, 48 dias depois, na mesma prisão do condado de Marion, em Indiana, onde ele se entregou. No dia 22 de janeiro, um juiz de Indiana determinou que o músico deveria ser extraditado para Washington, capital federalista, onde seria julgado.

Um item divulgado no site Politico indica que a morosidade do governo americano para tomar alguma atitude relacionada aos presos pela invasão ao Capitólio está relacionada, justamente, à grande quantidade de casos. A publicação aponta que o gabinete da Procuradoria-Universal dos Estados Unidos está cuidando de 250 acusações relacionadas à invasão.

- Publicidade -


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A prisão de Jon Schaffer

Um grupo de apoiadores do logo presidente americano Donald Trump entrou sem permissão no Capitólio, o Congresso dos Estados Unidos, cometendo uma série de crimes. Eles alegavam, sem provas, assim uma vez que Trump, que a eleição presidencial vencida por Joe Biden no término de 2020 foi objeto de fraude.

No dia 8 de janeiro, dois dias em seguida a invasão, o Departamento Federalista de Investigação dos Estados Unidos (FBI) divulgou fotos de várias pessoas envolvidas na ingresso ilícito ao Capitólio, que resultou em violência. Foram registrados diversos atos de vandalismo e relatos de tiros dentro do prédio – quatro pessoas foram mortas, em circunstâncias que ainda não foram totalmente esclarecidas.


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em meio às fotos, estava Jon Schaffer, que usava um chapéu da Oath Keepers, uma milícia antigovernamental de extrema-direita. Ele estava ao lado de outros manifestantes e, na imagem, aparecia dentro do prédio.

O músico é indiciado de seis crimes:

– Entrar ou permanecer, de forma consciente, em um prédio ou terreno restrito sem mando permitido;
– Perturbar a conduta de ordem da rotina governamental;
– Participar, de forma consciente, de um ato de violência física contra qualquer pessoa ou propriedade em qualquer prédio ou terreno restrito;
– Entrar, de forma violenta e desordeira, em um prédio do Capitólio;
– Envolver-se em um ato de violência física em um prédio do Capitólio;
– Realizar desfile, sintoma ou piquete em um prédio do Capitólio.


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em nota, o FBI declarou: “Jon Schaffer, de Columbus, Indiana, foi recluso devido à conexão com o incidente de 6 de janeiro no Capitólio dos Estados Unidos. Schaffer enfrenta seis acusações, incluindo envolvimento em um ato de violência física no prédio do Capitólio. Schaffer, supostamente, estava entre os desordeiros que dispararam ‘spray de urso’ (uma variação mais potente do spray de pimenta, usada para moderar ursos; imagens aquém) no policiamento no Capitólio”.

Iced Earth: fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no CapitólioIced Earth
Fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no Capitólio

Jon Schaffer: ele afirma que bandidos e criminosos sequestraram os Estados UnidosJon Schaffer
Ele afirma que bandidos e criminosos sequestraram os Estados Unidos

O caso trouxe consequências também para a curso de Jon Schaffer, que lidera o Iced Earth e possui o projeto paralelo Demons & Wizards, com o vocalista Hansi Kürsch (Blind Guardian).

Três integrantes deixaram o Iced Earth nas últimas semanas: o vocalista Stu Block, o baixista Luke Appleton e o guitarrista Jake Dreyer. O já mencionado Kürsch também confirmou que estaria deixando o Demons & Wizards. Ambas as bandas não constam mais no site da gravadora Century Media, indicando que elas podem ter perdido seus contratos com a empresa.

Iced Earth: Stu Block e Luke Appleton deixam a banda após prisão de Jon SchafferIced Earth
Stu Block e Luke Appleton deixam a filarmónica em seguida prisão de Jon Schaffer

Iced Earth: Depois de vocalista e baixista, é a vez do guitarrista picar a mulaIced Earth
Depois de vocalista e baixista, é a vez do guitarrista pungir a mula

Demons & Wizards: Hansi Kürsch confirma saída da banda após prisão de Jon SchafferDemons & Wizards
Hansi Kürsch confirma saída da filarmónica em seguida prisão de Jon Schaffer

Jon Schaffer: nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadoraJon Schaffer
Nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadora

? Ler e postar comentários

- Publicidade -

Compartilhe

Recent comments