Advogados de Palou pedem transferência de caso contra Ganassi para justiça federal

A disputa judicial envolvendo Álex Palou deve chegar ao tribunal federal americano

Foto: IndyCar / Grande Prêmio

PALOU SONHA COM FÓRMULA 1, MAS GANASSI NÃO ABRE MÃO

As desavenças entre Álex Palou e a Ganassi em relação a sua situação contratual para 2023 seguem aumentando. A equipe processou o próprio piloto por divulgar informações sigilosas contratuais e, depois de uma nota repudiando a Ganassi por privar o espanhol de uma oportunidade na Fórmula 1 com a McLaren, os advogados de Palou pediram no último sábado (29) que o caso seja transferido do condado de Marion para a Corte Distrital Americana do Distrito Sul de Indiana.

De acordo com os documentos obtidos pelo canal americano News 8, há dois motivos para o pedido de transferência para a justiça federal americana. O primeiro é que há uma diferença de nacionalidades, já que Álex é espanhol e a empresa que o defende também, enquanto Chip Ganassi reside na Pensilvânia. O segundo é por conta de valores financeiros, que ultrapassariam o limite regional de US$ 75 mil (aproximadamente 390 mil reais).

Os advogados de Palou argumentam que os valores contratuais passam dos US$ 75 mil dólares, assim como a diferença de valores com possíveis acordos com outras equipes em relação ao valor estipulado pela Ganassi. Além disso, o pedido de transferência também contém uma contra-acusação por difamação, que também superaria os US$ 75 mil dólares.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Álex Palou ainda não sabe onde vai correr em 2023 (Foto: IndyCar)

A Ganassi quer uma audiência preliminar já no dia 30 de agosto. O time tenta resolver a situação o mais rápido possível, já que precisa se planejar para a temporada de 2023 da Indy e a temporada atual se encerra em setembro.

O imbróglio público entre Ganassi e Palou ficou claro no último dia 12. A equipe anunciou que tinha exercido a opção para manter o espanhol atual campeão da Indy na temporada 2023. Horas depois, Álex desmentiu a informação nas redes sociais, acusou o time de ter associado uma fala ao seu nome sem autorização, e posteriormente, a McLaren anunciou a contratação do piloto.

No comunicado da McLaren, não ficou claro em qual categoria Álex vai correr em 2023, apenas confirmando que o espanhol fará parte do programa de testes de carros anteriores da Fórmula 1, no qual Colton Herta e Pato O’Ward, também pilotos da Indy, já participam. Para a próxima temporada, o time tem Lando Norris confirmado na F1 e Alexander Rossi confirmado na Indy.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.