Advogados alagoanos destacam conduta de Alexandre de Moraes

Para o advogado eleitoral Marcelo Brabo, Moraes precisará ter “pulso forte” para conter abusos do poder político e econômico.

“O que a advocacia e eu pessoalmente espero é que o ministro tenha pulso forte para conter os abusos [poder político, econômico, de meios sociais], como de igual modo, as condutas vedadas aos agentes públicos e as fake news. Além disso, que fique atento à intolerância e assegure a realização de um pleito com paz, harmonia, com o pleno exercício da liberdade de expressão e preservando a vontade popular. De igual sorte, que respeite as prerrogativas dos advogados e guia os seus atos nos princípios constitucionais”, opinou.

Gustavo Ferreira, que também é advogado eleitoral, disse que espera de Moraes “um trabalho bastante efetivo contra a desinformação, mais conhecidas como fake news, mantendo a mesma linha já adotada sob a presidência do ministro Edson Fachin”.

Ele acredita que Alexandre de Moraes terá uma atuação mais evidente por causa do período eleitoral que começa em agosto.

Sobre os ataques de Bolsonaro aos ministros do STF, o advogado acredita que deve haver diálogo entre os representantes das instituições.

“Acredito que o diálogo deve ser sempre republicano, com máximo respeito entre os representantes das instituições. Pode até não haver empatia entre os envolvidos, mas todos os poderes devem manter um diálogo respeitoso, pois as críticas públicas, veladas ou escancaradas, afetam a credibilidade de todas as instituições”, opinou.

ENFRENTAMENTO

Alexandre de Moraes afirmou que a Justiça Eleitoral não permitirá que a vontade soberana do povo seja desrespeitada.

“A Justiça Eleitoral não permitirá que milícias, pessoais ou digitais, desrespeitem a vontade soberana do povo e atentem contra a democracia no Brasil. E para isso, presidente, sabemos nós todos da Justiça Eleitoral que podemos contar com os outros poderes e órgãos republicanos do nosso país, que acreditam e defendem o fortalecimento da democracia”, garantiu