Advogado é baleado com tiro de espingarda na zona Rural de Boa Vista | Roraima

O advogado Fabiano Oliveira da Mota, de 31 anos, foi atingido por um tiro de espingarda na noite desse domingo (4) quando limpava o terreno do próprio sítio na região do Truaru, zona Rural de Boa Vista. Ninguém foi preso. Ele está internado no Hospital Geral de Roraima (HGR).

Fabiano Mota, segundo o amigo, sócio dele e também advogado Carlos Vila Real, estava com um irmão quando dois homens em uma moto se aproximaram. O que estava na garupa atirou com uma espingarda.

O tiro atingiu o pescoço, o peito e perfurou o pulmão do advogado, segundo Vila Real. Logo após os disparos, a Polícia Militar foi acionada, mas não localizou nenhum suspeito. O sócio da vítima também registrou o caso no 5º Distrito Policial e comunicou a Ordem dos Advogados do Brasil em Roraima (OAB-RR).

Em nota, a OAB-RR repudiou e disse que acompanha o caso. “O Conselho Seccional está em contato com as autoridades competentes e formalizou ofício nesta segunda-feira, 04.07, ao secretário de Segurança Pública, ao Delegado geral e ao Comandante da Polícia Militar de Roraima, requerendo a célere apuração dos fatos para a imediata aplicação da lei, em todos os seus termos e que os criminosos sejam presos”, afirmou.

Segundo Vila Real, ainda não se sabe a motivação do crime. Os criminosos não disseram nada antes de atirar no advogado. O sítio dele fica na vicinal -1, do Projeto de Assentamento Truaru.

Fabiano Mota atua nas áreas criminal, cível, trabalhista e previdenciária. Procurada, as Polícias Militar e Civil ainda não enviaram resposta sobre o caso.

Íntegra da nota da OAB-RR

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Roraima (OAB/RR) repudia de forma veemente a brutal tentativa de homicídio contra o advogado Fabiano Oliveira da Mota, ocorrida neste domingo, 03.07, em seu sítio, localizado na Vicinal 1 – PA Truaru, no município de Boa Vista, ocasião em que o mesmo foi alvejado com um tiro de espingarda efetuado por bandidos armados em uma motocicleta.

O Conselho Seccional está em contato com as autoridades competentes e formalizou ofício nesta segunda-feira, 04.07, ao secretário de Segurança Pública, ao Delegado geral e ao Comandante da Polícia Militar de Roraima, requerendo a célere apuração dos fatos para a imediata aplicação da lei, em todos os seus termos e que os criminosos sejam presos.

Os representantes da OAB/RR estão in loco na unidade de saúde onde o advogado está recebendo tratamento médico e também acompanhando todo o desenrolar dos acontecimentos, dando o suporte necessário e possível à vítima e aos seus familiares.

A OAB Roraima atuará de forma incansável para que os autores deste inadmissível ato criminoso sejam responsabilizados.

Boa Vista, 04 de julho de 2022.