Advogado de MS integra lista tríplice para desembargador do TRF3

O TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) definiu a lista tríplice para vaga de desembargador. Os dois advogados com carreira em Mato Grosso do Sul que ainda estavam na disputa ficaram de fora.

Por outro lado, o campo-grandense Fernando Olavo Saddi Castro, que atua em São Paulo, foi o segundo mais votado, com 29 votos.

Ainda foram escolhidos Rita Maria Costa Dias Nolasco, com 35 votos e Marcelo Vieira Campos, com 28 votos. Cabe agora ao presidente da República nomear um deles para ocupar vaga aberta pela desembargadora federal Cecília Marcondes.

 

Na lista sêxtupla enviada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), compunham o rol os advogados sul-mato-grossenses Luiz Henrique Volpe Camargo, que teve 27 votos, e Sandro Pissini, com 26 votos. 

Além disso, estavam na lista outros quatro, de São Paulo. São eles: Marcelo Vieira, 27 votos; Fernando Saddi, 26 votos; Rita Nolasco, 27 votos; e Vanusa Machado, 23 votos.

TRF3 promove juízes federais

A corte ainda indicou dois juízes federais para promoção pelo critério de antiguidade. Por unanimidade, foram aclamados Victório Giuzio Neto, da 24ª Vara Cível de São Paulo, e Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Eles ocuparão, respectivamente, as vagas decorrentes das aposentadorias dos desembargadores federais Batista Gonçalves e Diva Malerbi.

 

Na eleição para vaga decorrente da aposentadoria da desembargadora federal Lúcia Ursaia, pelo critério de merecimento, os mais votados foram os juízes federais Herbert Cornélio Pieter de Bruyn Júnior, com 37 votos; Renata Andrade Lotufo, com 35 votos; e Giselle de Amaro e França, com 32 votos. O juiz federal Herbert Cornelio Pieter de Bruyn Júnior, da 6ª Turma Recursal de São Paulo, foi indicado pela terceira vez seguida.

Após as indicações, o plenário do TRF3 acolheu, por unanimidade, proposta da presidente Marisa Santos para suspender a sessão para data a ser definida assim que a corte finalize procedimentos administrativos necessários para a instalação de quatro das 12 vagas criadas pela Lei 14.253/2021.